Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

17
Set20

A simplicidade

cheia

A Simplicidade

 

Nas ondas da tua mente

Navega o teu aspeto atraente

Nos olhos tens o presente

O teu coração a ninguém mente

Como é diferente!

Quem é inteligente

Com humildade cativa toda a gente

Tem um coração transparente

Que tudo sente

Que a todos diz presente

Seja qual for a situação, nunca está ausente

A simplicidade é a sua semente.

José Silva Costa

 

 

 

 

10
Ago20

O futuro

cheia

A vida

 

Na curvatura do ventre

Germina a semente

Que vai dar luz ao futuro e ao presente

Para o mundo seguir em frente

Avançar e ser transparente

Em qualquer vertente

Um sonho de toda a gente

Ser inteligente

Mudar os nossos hábitos é urgente

Com uma solução convergente

Com um empenhamento permanente

Cada um com a sua mente

No prossuposto de que ninguém mente

De que todos fazem o suficiente

De que ninguém engana o cliente

De que ninguém é demente

De que ninguém, ao bem comum, é indiferente

Cada um diz o que sente

Mesmo que esteja ausente

Deste mundo, que é um continente

 Para o qual trabalha arduamente

Para além do humanamente.

 

 

José Silva Costa

 

 

 

08
Abr19

Água!

cheia

A água

 

Uma planta desmaiada

Por uma gota de água, reanimada

Numa perfumada madrugada

Com a Lua, por uma lágrima de nuvem, lavada

Toda a Natureza participou na alvorada

De um dia, que nasceu do nada

Quando uma nuvem é tão importante

Para fazer inchar uma semente

E, uma nova vida começa instantaneamente

Com um pulsar ofegante

Como se fosse um grito de gente erguida

Germinada no calor suado de um beijo

No imenso prazer do desejo

Num ato de amor verdadeiro

A água é o nosso mealheiro

Devemos poupá-la o ano inteiro

Como fazemos com o nosso dinheiro.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub