Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

12
Out20

Sereno luar

cheia

Sereno luar

Que nos levas a descansar

No silêncio da noite

No escuro que nos ajuda a namorar

Sem que a luz nos possa incomodar

Nem os pássaros possam piar

A noite é um sossegado mar

Onde, em nuvens, podemos sonhar

Todo o mundo percorrer

Ir e voltar, coisas que só a noite nos permite fazer

Sem sequer nos mexermos

Descobrir todos os mistérios

Revelar todos os segredos

Construir milhões de enredos

Mas, de manhã, quando acordamos

Verificamos que tudo se sumiu por entre os dedos.

 

José Silva Costa

 

 

 

04
Mai20

A reabertura

cheia

Em estado de calamidade

 

Maldito fado

Foi preciso aparecer o covdi-19, que muitos já matou, e a todos enclausurou

Para que Portugal fosse, por todos, elogiado

O Presidente da Eslovénia gravou uma mensagem, em português, para nos elogiar

Tramp, telefonou a Marcelo, para felicitar os portugueses, pelo seu desempenho contra a pandemia

Toda a Europa, de pé, felicitou Centeno

Por conseguir multiplicar os milhões

Fazendo com que o Banco Central Europeu trabalhe noite e dia

Para a emissão de euros, que ajudem a atenuar os prejuízos

De dois meses de paragem da economia

Ninguém fica indiferente ao milagre português

Parece que é desta vez que apagamos a nossa má fama

De gastarmos tudo em mulheres e copos

Costa, está prestes a ganhar a batalha

Falta saber a arma utilizada

Se a fisga, a bazuca ou a pressão de ar

Ai, como esta Europa nos está a abraçar!

Hoje, reabrem os estabelecimentos com espaços até 200 metros quadrados

Alguns, já podem pôr os pés na rua

Mas com muito cuidado!

Porque todo o espaço está armadilhado

Para todos, os que hoje recomeçam, boa sorte.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

11
Out19

Perdão!

cheia

Perdão e restruturação

Um perdão de 70 cêntimos, por cada euro emprestado!

Falam em restruturação, para criarem a confusão

O que se trata, é de um perdão de 95 milhões!

Feito por dois Bancos, um dos quais, comtemplado com muitos milhões dos contribuintes!

Mesmo assim, dá-se ao luxo de perdoar milhões, ao SCP.

O FCP. Já veio reclamar, por o SCP. estar a ser beneficiado

Tudo é perdoado, tudo é dado ao futebol!

Porque, “ os Grandes Adeptos” são figuras ilustres da Nação

Presidentes da República, Primeiros-Ministros, Presidentes de Câmara, Deputados

Alguns Clubes de Futebol têm recebido, não só dinheiro, como terrenos Municipais

O fanatismo, pelo futebol, é tão grande, que, mesmo pessoas, bem formadas, inteligentes e íntegras, quando se trata de beneficiarem os seus Clubes, não olham a meios para atingirem os fins!

Ninguém tem o direito de utilizar o dinheiro dos contribuintes, para financiar o futebol, onde se praticam escandalosos ordenados, para dirigentes e futebolistas!

Para creches, saúde, educação, retirar o amianto dos edifícios públicos não há dinheiro

Quantos terão, ainda, de morrer, para cumprirem a promessa de limpar os edifícios?

O futebol está acima de tudo!

Para o futebol há tudo!

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

26
Abr19

Campanhas eleitorais

cheia

Esbanjar

Indiferentes aos vinte por cento de pobres, deficientes serviços públicos, baixos salários

Os partidos continuam surdos e mudos aos sinais dos tempos

Não aceitaram que os diferentes atos eleitorais se realizassem todos no mesmo dia!

Preferem meio ano de campanhas eleitorais, porque já produzimos demais!

Quanto se poderia poupar? Parece que temos muito, para esbanjar

Vão gastar cinco milhões, só para as europeias

Não admira que falte, para tantas coisas, também, muito importantes

Tornaram-se máquinas opressivas, que só veem e ouvem os que os apoiam

Quem discordar ou opinar é imediatamente insultado e expulso

No Governo e em algumas autarquias criaram centros de emprego

Primeiro para os familiares, para os outros só se sobrar.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub