Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

03
Jul19

A vida!

cheia

A Capitão

Os fomentadores de ódios

Nunca saberão

O que é a satisfação

De salvar um coração!

Com a tua determinação

Mostras-te que a vida está acima de tudo

Que a razão é mais forte que tudo

Com a tua prisão elevaram-te acima do anonimato

Que o condomínio fechado não é a solução

Para responder aos que procuram solidariedade

O Mundo precisa de boa vontade

Para, um equilíbrio, encontrar

Entre ricos e pobres, entre homens e mulheres

Sabemos que ninguém gosta de perder poder

Por isso é que vedam, à mulher, o saber

Talibans, Boko Haram, Daesh

A Europa é o farol

Duas mulheres indigitadas, para a Governação

Que tenham muito êxito

Para que sirvam de exemplo, ao resto do Mundo

Que só será mais justo, quando houver equilíbrio entre os sexos.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

30
Jun18

OIM

cheia

Migrantes

Os vinte e sete países da União Europeia estão cada vez mais desunidos sobre os refugiados

Às 4h35 da madrugada de 29/06/2018 chegaram a um acordo, que mais parece um desacordo

Com o que todos estão de acordo é continuarem a passar férias baratas, nos países dos migrantes, que querem entrar na Europa

Com o que todos estão de acordo, e ninguém se indigna é com a continuação da exploração de mão-de-obra barata, nas fábricas de confeções, que produzem produtos de marca, de que tanto gostam os europeus, não se importando que sejam manufaturados por crianças, sem quaisquer condições, numa exploração desumana

A Europa, através das suas colónias, explorou muita gente dos outros Continentes

Mais tarde ou mais cedo teremos de pagar a pesadíssima fatura de todos os séculos de exploração

Os novos defensores de muros, na Europa, não têm qualquer visão, tem saudades das guerras, e para isso estão a utilizar os refugiados

Querem acabar com a União Europeia, associando-se a Putin e Tramp, que têm o mesmo objetivo

A Europa não se pode fechar no seu egoísmo, deixando morrer, os desesperados, no cemitério do alto mar

Todos, nasçam onde nascerem, têm direito a procurar melhores condições de vida

Os portugueses, em todos os tempos, sempre procuraram, dentro ou fora do país, melhores condições de vida

No dia, do matutino acordo, que mais parece um desacordo, o doutor António Vitorino foi aclamado Diretor-Geral da Organização Internacional das Migrações, a quem desejo o maior êxito, nas suas novas funções, porque do seu saber e determinação, dependem muitos milhões de vidas.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

14
Jun18

Natalidade

cheia

Junho

No sorriso do teu amor

Santos Populares em andor

Faz com que todas as terras

Tenham um padroeiro

As marchas são do povo, inteiro

Todas querem ficar em primeiro

Numa festa que mexe com a localidade

Todos os Bairros querem publicidade

Contam com o encanto da sua mocidade

Numa promessa de vitalidade

Em que todos gostam de se enganar

Sabendo que não há natalidade

Que consiga suportar a terceira idade

Que não para de aumentar

Enquanto, nos nascimentos, não param de poupar

Assim, não conseguiremos, os dez milhões, aumentar

Veremos, cada ano, a população, a baixar

A não ser, que o Santo António, nos consiga ajudar

Com os casamentos em série

Que há cinquenta anos foram seis dezenas

E, este ano não chegaram a duas dezenas

Só nos resta uma esperança

Que os migrantes mudem de ideias

Queiram no nosso país, ficar

Para nos ajudarem a crescer.

 

José Silva Costa

 

 

 

20
Abr16

Arame-farpado

cheia

 

Migrantes

 

Senhores governantes

Dos países Europeus

Estão a ver, como o vosso acordo com a Turquia

Está a matar mais refugiados!

Quantos, mais milhões, terão de morrer

Para vos fazer compreender

Que o fecho das fronteiras nada vai resolver?

Porque é mis penoso, na origem, morrer

Do que enfrentarem o mar.

Não tenham medo de tomar decisões

Mesmo que percam eleições!

Mandem, o mediterrâneo, cercar

De arame-farpado

Para ninguém passar.

José Silva Costa

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D