Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

26
Set21

56,anos

cheia

56, anos lado a lado

 

Nos verdes anos encantámo-nos

Decidimos viver lado a lado

E, eu continuo encantado

Como no primeiro dia em que te vi

Que nunca mais desisti

De te demonstrar que era o melhor para ti

Que tu és a melhor companheira

Que juntos subimos a ladeira

Com muita canseira

Construímos a floreira

Com a ajuda da fogueira

Que nos une e consome

Que nos mata a fome

Que nos ajuda a prender o sol

Que nos iluminou estes anos todos

E que nos continuará a iluminar até o céu nos beijar

Semeámos flores, que já deram mais flores

Que, por sua vez, darão mais flores

Flores, que são uns amores!

Para que nunca faltem flores

Para que a Terra seja, sempre, um sítio perfumado

Para que o amor seja aquele calor acalorado

Que entre os dois seja cultivado

Por um beijo, simbolizado

No carinho de cada dia ultrapassado

Juntos, lado a lado.

 

José Silva Costa

 

 

28
Jul18

Uma vez na vida!

cheia

Eclipse

 

Minha princesa da noite

Companheira de sempre

Que venero nas noites de insónia

Com quem partilho os sonhos

Que se esfumam antes de abrir os olhos

Ontem chegaste diferente!

Conquistaste a atenção de muita gente

Por ti, fiquei muito contente

Foram momentos de muita euforia

Mau grado a sabedoria

De que o momento, para ela, não se repetiria

Vinhas com as faces afogueadas

Como se as fases fossem rosadas

Minha Lua ensanguentada

De espectativa carregada

Já foste Lua-de-mel!

Agora, companheira iluminada

Espero, logo à noite, pela tua chegada

Para, de novo, a sós, continuarmos a caminhada

Sem a confusão da multidão

Que ontem me roubou a tua atenção

Tive momentos de agonia!

Ciúmes, porque toda a gente te queria

E do que a multidão, de ti, dizia!

Alheios ao meu sofrimento

Beijaram-te, só, naquele momento

Enquanto eu nunca te esqueço

Durmo contigo, todas as noites

Bem agarradinhos, tenho medo de te perder!

Não vá o nosso luar, um dia, não amanhecer.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub