Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

07
Jun21

Flores!

cheia

Flores

 

Vamos pelos campos

Colher o último perfume da Primavera

Apanhar flores para colocar no teu cabelo

Que o perfume torna ainda mais belo

Perfumar o firmamento

Fixar para sempre este momento

Com uma fotografia para prender o tempo

Roubar sonhos ao vento

Que nos envolve ao relento

Como se fossemos uma cápsula em movimento

Os teus lábios são a fonte onde bebo, sedento

Todo o amor do meu contentamento

Nos teus olhos deito o pensamento

Fragrância que é meu alimento

Nos teus braços ardo em fogo lento

Motivo de muito alento

Que nos prede por fora e por dentro

Como se fossemos um só elemento

Meu amor, meu advento.

 

José Silva Costa

 

 

04
Nov20

O espetáculo

cheia

O espetáculo

 

O vento estava tão amoroso

Brincava com o teu cabelo

Fazia-o rodopiar no teu rosto

Tudo era brilho e harmonia

A lua ria, da beleza que em ti via

Ninguém, na noite, dormia!

Tu irradiavas alegria

Os teus olhos eram estrelas de magia

Quem é que os ignoraria!

Se são encantadores

E, à sua volta tudo eram flores

Soltaste os teus risos perfumadores

Encantaste todos os espetadores

O pano caiu

O espetáculo acabou.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

07
Out19

Cabelo ao vento

cheia

O teu cabelo

 

No teu passo acelerado, sigo o teu cabelo, ao vento, encantado

Vendes alegria ao sol, com o teu harmonioso penteado

Transbordas de juventude, com o teu ar empertigado

A formosura da juventude faz-te brilhar em todo lado

Como gostava que fizesses de mim, o teu amado!

Dormiria nos teus rubros lábios, deitado

O meu coração não me cabe no peito, está apertado

O amor tem qualquer coisa de loucura, é o estado

Em que fica quem, um dia, descobre a sua, ou seu amado

Um não sei quê de nervoso miudinho envergonhado

Que luta como se fosse um rio estrangulado

Que não vê mais nada, mesmo que, por muitos, esteja cercado

O amor é a maior loucura em puro estado

Espero que te tenhas apercebido do meu estado

E que em breve me mandes um recado

Para que não morra, porque, para ti,tenha olhado

Sem saber que iria ficar neste estado

Melhor seria, que os meus olhos não te tivessem encontrado

Que naquele momento não te tivessem focado

Mas, os olhos, andam sempre, por todo o lado

Sem se aperceberem do perigo de um mau-olhado

Mas, o que mais quero, é ficar, para sempre, ao teu lado, encantado.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub