Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cheia

cheia

23
Mar15

Pensam nos filhos?

cheia

A guarda dos filhos

Quando a realidade é mais rápida que as mentalidades!

Quanto tempo, ainda, será necessário para nos adaptarmos, ao novo fenómeno, que se chama divórcio?

Infelizmente, ainda, há poucos pais que se entendam quanto à guarda dos filhos, travando grandes batalhas campais, para que um não veja a criança.

Como é que um pai ou uma mãe, que querem o melhor para os seus filhos, não querem que ambos estejam, em separado, ou juntos, dentro do possível, com os progenitores?

Que culpa têm as crianças, que tenham deixado de se entender? Que não se queiram ver? Que até existam razões para que isso possa acontecer?

As crianças são quem não têm nenhuma culpa, mas são as que mais sofrem, porque é muito traumatizante verem os pais desavindos. Para crescerem felizes, e um dia a poderem transmitir a outros, necessitam dos cuidados e carinhos dos dois.

Mas, do que não precisam nada, é que lhes estejam , sempre, a infernizar o juízo, dizendo mal do outro progenitor, em que não há nenhum defeito, que ele não tenha!

Se querem ver os vossos filhos crescerem felizes, ainda que estejam separados, e isto vos custe, digam-lhes: “ o teu pai é o melhor do mundo, e vice versa “

Não façam guerras, porque eles amam ambos, gostam muito que estejam com eles, principalmente , nos momentos mais difíceis: na escola, para mostrarem aos amigos, que têm pais que se preocupam e que os amam.

Sei que é pedir muito! Mas, para transmitirmos confiança, felicidade às nossas crianças, tudo o que fizermos por elas, é pouco.

Elas nunca terão culpa da nossa “ má fortuna, amor ardente” ( Luís Vaz de Camões)

 

José Silva Costa

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D