Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cheia

cheia

13
Out22

O século das luzes!

cheia

O século das luzes!

O século XXI tem tanto de mau como de bom

Ainda com pouco mais de um quinto de vida

Já nos presenteou com tudo o que há de mau

Por outro lado, tem sido um século de pedidos de perdão

O que prova o reconhecimento das atrocidades cometidas

São várias as instituições, consideradas acima qualquer suspeita, que se viram obrigadas a pedir perdão

Tudo tem sido questionado, tudo tem sido posto em causa, não há nada, nem ninguém que seja poupado

Séculos de prepotência e escuridão fizeram o vulcão explodir

Foi como se fossemos mudos e, de um século para o outro, tivéssemos conseguido falar

Soltaram-se as línguas, e nunca mais pararam as denúncias de abusos

Este é o século das mulheres!?

Depois de séculos de injustiças, neste, conseguiram a reparação de algumas, adquirindo alguns direitos e voz

Mesmo nas ditaduras mais duras, as mulheres estão em luta

Já não se calam, e estão a pagar, com a vida, o mais alto preço, que se paga pela Liberdade

O mundo livre está a apoia-las, com grandes manifestações e com mulheres a cortarem madeixas de cabelo, em espaços público e no Parlamento Europeu

Mas, as pequenas vitórias das mulheres continuam ensombradas pela vergonhosa invasão da Ucrânia, pelo Putin, que está a assassinar os civis, a destruir o seu património e a contribuir, para que todo o mundo empobreça

Sempre que toleramos ditadores, e pior, sempre que colaboramos com ditadores, seja por que motivos forem, mais tarde ou mais cedo, pagamos um alto preço por essa tolerância ou colaboração

Ninguém pense que os pequenos ganhos, que alguns conseguem por negociarem ou tolerarem os ditadores, não serão pagos com juros muito altos

Todos devemos contribuir, com o voto, não deixando que outros decidam por nós, para que ninguém se eternize no poder, não votando em fulanos que defendem alterações das Constituições, para não se sujeitarem ao sufrágio universal.

Não há ditadores bons, todos são maus.

 

José Silva Costa

 

  

 

 

 

 

 

 

 

  

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub