Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cheia

cheia

31
Ago18

O que fazer?

cheia

Tragédias

 

Tanta irracionalidade

No ato de matar

Porque ninguém tem o direito de tirar

A vida, seja a quem for

Tanta maldade, tanta dor

Na irracionalidade, do amor

Tanta brutalidade, no ato de matar o outro

A vida não tem dono!

Foi-nos concedida

Por ninguém, pode ser interrompida

A vida é a única coisa que temos

Nenhum pretexto a pode aprisionar

Quanto mais, tira-la!

Tanto horror

Um homem matar a companheira!

Sem pensar, no horror, que é matar

Aquela, que dizia amar

Aquela, que tanto sofreu, para filhos, lhe dar

Como vão, os filhos, encara-lo!

Não se pode matar, muito menos, uma mãe

Que tanto sofre para, a vida, nos dar

Como é que alguém tem a monstruosidade de lha tirar

Sem pensar nos filhos, nos amigos, nos familiares

Naquela, com quem anos viveu!

Na terrível dor, que lhes vai causar!

Ninguém pode matar

Seja quem for!

 

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D