Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cheia

cheia

07
Mai19

Nem em10 anos!

cheia

Em mais de 40 anos

Pela primeira vez

Um primeiro-ministro

Em vésperas de eleições

Tirou, a uma classe profissional

Todas as ilusões

Dizendo que nem em dez anos

Conseguem recuperar todo o tempo congelado

Não é isto que costuma acontecer!

Em ano de eleições prometem o céu e a terra

Mesmo que saibam que não o podem fazer

Então, o que é que está a acontecer!

Não o sei dizer

Mas, as condicionantes a isso o obrigaram

Se voltar a formar Governo, já tem meio caminho andado

Era tão bom, não ver o eleitorado enganado

Porque não o fez no início da legislatura?

Teria, aos professores tantas expetativas, poupado

Tanto protesto desperdiçado!

Tantos dias de trabalho adiado

Tanto encarregado de educação incomodado

Porque os miúdos tiveram de ir para outro lado

Assim, o país não passa de atrasado!

Mas, se tivesse sido sincero, a geringonça talvez mão tivesse arrancado

O mundo muito tem mudado

Mas, o ensino continua antiquado

O aluno, de livros, carregado

Quem quer evoluir, ao computador tem de estar agarrado.

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

46 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub