Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cheia

cheia

17
Fev17

Chamem a Polícia

cheia

Chamem a Polícia

 

 

Cinquenta armas da Polícia desapareceram. Como é que isto é possível?

Não há controlos? E, só deram por isso quando começaram a aparecer nas mãos dos assassinos: uma no Porto, três em Espanha.

Que raio, de Ministros da Administração Interna temos tido?

Não admira que um ex-Ministro da Administração Interna esteja a contas com a justiça e esteja a ser julgado.

Sempre se contaram as espingardas, porque é muito importante saber-se em que mãos andam, ou com quantas os dirigentes políticos podem contar.

Quando andava na tropa, na recruta, um sábado, depois de fazermos um crosse de vinte ou trinta quilómetros, para virmos de fim-de-semana mais quentinhos, ficámos formados, na parada, mais de uma hora, nunca mais chegava a ordem para abandonarmos o quartel.

Depois, viemos a saber que um colega nosso tinha levado à letra o que nos diziam constantemente: “a G3 é a vossa nova companheira”.

Assim, desmonto-a, meteu-a no saco com a roupa suja, para a apresentar à família.

Este episódio serve para nos alertar de que todo o cuidado é pouco quando se trata de armas.

 

José Silva Costa

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub