Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

28
Fev17

Mentiras e verdades

cheia

Mentiras e verdades

 

Verdade, toda a verdade!

Elevação de carater, empurrando as suas responsabilidades, para os outros

Comissões Parlamentares! Para lamentar, que nunca cheguem a conclusões

Descubram verdes ou mentiras e acabem, sempre, com múltiplas opiniões

Um Presidente da República e Primeiro-Ministro que nunca se apercebeu

Que José Sócrates estivesse metido em confusões!

Pudera, apesar de nunca se enganar, quanto a perceções foi um desastre!

Quase todos os que escolheu, para Ministros, estão a contas com a justiça

Como é que este País consegue resistir a tanta falta de perceção, corrupção

Elevado carater de corrupção, mentiras, desinformação?

Com vinte por cento de pobres, com escolas a caírem aos bocados

Com hospitais sobrelotados, cujos doentes, muitas vezes, estão amontoados

Com um Serviço Nacional de Saúde sem estomatologia e oftalmologia

Com muitos meses de espera por uma consulta, ou cirurgia

Com fome, miséria e morte

Por que razão, não querem que saibamos, para onde voaram os cinco mil milhões

Que faltam na Caixa Geral de Depósitos?

Porque a responsabilidade e dos “gestores” nomeados por três Partidos

 

Quanto à verdade! Mais mentiras, que verdades.

 

 

José Silva Costa

24
Fev17

Natal

cheia

O Natal  

 

Para a tirania dos números

Para o vazio do virtual

Para a aridez do atual

Para quem não vê o desigual

Para quem leva o ano a fazer mal

Para quem só se lembra dos outros no Natal

Não dê prendas de vil metal

Ofereça a todos, por igual

A força da sua solidariedade

O amor e a fraternidade

Mas todos os dias!

Porque todos os dias são iguais

Nem menos, nem mais

Porque todos nos sentimos animais

Nem menos, nem mais

Temos, é de ser racionais!

Viva todo o ano, como no Natal.

 

José Silva Costa

 

17
Fev17

Chamem a Polícia

cheia

Chamem a Polícia

 

 

Cinquenta armas da Polícia desapareceram. Como é que isto é possível?

Não há controlos? E, só deram por isso quando começaram a aparecer nas mãos dos assassinos: uma no Porto, três em Espanha.

Que raio, de Ministros da Administração Interna temos tido?

Não admira que um ex-Ministro da Administração Interna esteja a contas com a justiça e esteja a ser julgado.

Sempre se contaram as espingardas, porque é muito importante saber-se em que mãos andam, ou com quantas os dirigentes políticos podem contar.

Quando andava na tropa, na recruta, um sábado, depois de fazermos um crosse de vinte ou trinta quilómetros, para virmos de fim-de-semana mais quentinhos, ficámos formados, na parada, mais de uma hora, nunca mais chegava a ordem para abandonarmos o quartel.

Depois, viemos a saber que um colega nosso tinha levado à letra o que nos diziam constantemente: “a G3 é a vossa nova companheira”.

Assim, desmonto-a, meteu-a no saco com a roupa suja, para a apresentar à família.

Este episódio serve para nos alertar de que todo o cuidado é pouco quando se trata de armas.

 

José Silva Costa

13
Fev17

Dia dos namoraqdos

cheia

Dia dos namorados

 

Ora bolas! Este ano, ao dia dos namorados não bastava calhar a um dia de trabalho, mas, ainda, por cima haver um jogo de futebol do Benfica com o Dortmund para a liga dos campeões.

Portanto, minhas amigas o melhor é transferirem a comemoração para outro dia, de preferência para um dia de descanso, em que o clube dele, não jogue.

Isto, se quiserem que eles vos deem toda a atenção que merecem, sendo coroadas rainhas das bolas.

A bola está a tornar-se na maior doença do século XXI. Muitas pessoas não veem outra coisa, não sabem falar de mais-nada. Dão tudo para verem um jogo de futebol, atropelam-se, matam-se, descompõem-se, insultam-se, transformaram os campos de futebol em campos de batalha.

O espetáculo a que todos podiam assistir, sem perigo de serem atacados, tornou-se num espetáculo de risco, de alto risco, em que só o poderão ver enjaulados, separados.

As entradas e saídas dos estádios têm de ser feitas com proteção policial, fazendo lembrar os rebanhos, orientados pelos cajados dos pastores.

As televisões, como já acontecia com as rádios, só falam de bola: transmitem os jogos, relatam-nos, porque não podem mostrar as imagens, comentam-nos antes e depois, com batalhões de comentadores, de todas as cores e opiniões.

Há estações de televisão ditas generalistas, que passam oitenta porcento do tempo a falar de bola. Informam, comenta e transmitem jogos de todo o mundo e arredores.

Bom dia de namorados para todas/os todos os dias, todo o ano.

 

José Silva Costa

 

 

11
Fev17

Namorados

cheia

Nos teus verdes olhos, me encantei

Nos caracóis dos teus cabelos, me deitei

No aconchego dos teus braços, suspirei

Nos teus lábios de romã, delirei

 

Na tua boca , o perfume, saboreei

No teu ebóreo colo, sonhei

No teu ventre, me embalei

No teu corpo fui às estrelas e voltei.

 

Os muitos anos que contigo, já passei

Parece, que ainda ontem comecei

A acariciar o corpo onde me perfumei

Nos braços da única mulher, que amei.

 

Oxalá, ainda tenha muitos anos, de vida

Para continuar a dar-te, o que sempre te dei

Muito amor, muito carinho, como só eu sei

Porque é só a ti, que os meus olhos vêem.  

  

  José Silva Costa

03
Fev17

As crianças!

cheia

As crianças!

 

Hoje, tiram os filhos aos pais, por dá cá aquela palha!

Muitas vezes, com base em relatórios feitos por técnicos da Segurança Social, sabe-se lá, a troco de quê!

Têm de acabar com este terror, que todos os dias, todos os pais enfrentam.

Tirar os filhos aos pais, quantas vezes sem qualquer justificação, é um crime horrendo

Muito poucos pais tratam mal os filhos, a não ser por motivos de doença, droga ou desespero

Em condições normais, ninguém cuida melhor das crianças, que os seus pais!

Por que razão não atuam na prevenção, fiscalizando e ajudando os pais das crianças referenciadas, como estando em risco?

Não o fazem, porque dá trabalho, exige dedicação, conhecimentos e muita sensibilidade

Preferem arrancar os filhos aos pais, separarem os irmãos, privando-os do convívio dos pais, irmãos, avós, etc.

Sabem avaliar o desespero que é, roubarem os filhos aos pais e, muitas vezes, nem sequer permitirem que os vejam?

Não deveria ser permitido retirar as crianças aos familiares, sem um prévio acompanhamento, aconselhamento e ajuda, para tentarem compreender qual a melhor solução, sendo a retirada a última opção.

 

 José Silva Costa

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D