Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cheia

cheia

29
Fev16

As crianças

cheia

É um colorido de vidas: crianças alegres e risonhas, sem saberem o que as espera

Correm ao longo da barreira de arame

Parecem pássaros a quererem voar

Abrem os pequenos braços, como se fossem asas

Numa tentativa, de a fronteira, atravessar

Como não me posso emocionar?

Ao ver crianças indiferentes ao frio e à chuva

A pedirem para entrar

E, do outro lado um exército a ameaçar

Esta é a Europa: velha, medrosa, indiferente

Em que já não há gente

Todos somos roubos

Sem sensibilidade, nem sentimentos

Não! Não me habituo

Por mais que a televisão me massacre o juízo

Os dias, as noites, os minutos são um castigo

Acabem de vez com este espetáculo

Lembrem-se que poderiam ser os vossos filhos e netos

Sem um teto, sem pão nem água

Mas mais do que tudo

Sem esperança, que é o que nos mata.

 

 

 

27
Fev16

Uma data histórica

cheia

Vinte e três de Fevereiro de 2016

Em 23/02/2016 assistimos, no Parlamento, a um inédito evento , o Orçamento foi aprovado, pela primeira vez, em quarenta e dois anos, por uma maioria de esquerda: Os Verdes, o Partido Comunista, o Bloco de Esquerda e o Partido Socialista, fruto das eleições para a Assembleia da República, de quatro de Outubro de 2015, nas quais um novo Partido, o Partido das Pessoas, Animais e Natureza, conseguiu um assento.

Depois de quarenta e dois anos (25/04/1974), a Assembleia, finalmente, tornou-se na sede do poder. As decisões são acordadas entre os Partidos que apoiam o Governo, e não na sede de um ou dois partidos, como aconteceu até esta legislatura. Neste momento o poder está no lugar certo, o Parlamento.

17
Fev16

O superior interesse das crianças

cheia

Mãe desesperada

Mata as filhas, na madrugada

Nós olhamos para o lado

Para não vermos o rio, magoado

E aceleramos na estrada

Para não ouvirmos o choro, desesperado

Das meninas, magoadas

E, as Instituições, como de costume, falharam!

Porque estão todas focadas nos seus umbigos

Bastava uma, mas que funcionasse .

15
Fev16

Quem tem direito a trabalhar?

cheia

Não conseguimos, da guerra, sair!

Ninguém se sente realizado, se não vir o seu trabalho admirado.

Por que razão, o estado islâmico consegue tanta adesão da juventude mundial?

Porque nós só lhes conseguimos incutir: competição, individualismo e ambição

Agora, têm uma preparação do tamanho da ambição, mas têm o cérebro, de humanidade, vazio

Ganham guerras, gerem empresas, alimentam animais, tudo com muito sucesso, mas só no virtual!

Onde não há cheiros, nem adversidades!

Mas, quando confrontados com o real, não suportam o cheiro das fezes dos animais, a pressão num trabalho de muita exigência e concorrência.

Frustrados, abandonados, sem perspetivas , de um melhor, futuro.

Depois de tanta invenção: máquina a vapor, em 1870, eletrónica e produção automatizada, em 1969 e a digitalização recentemente, continuamos com os mesmos problemas de sempre

Pão ,paz, habitação, trabalho, dignificação

Com o desemprego jovem a rondar os quarenta por cento, como é que alguém pode dizer-se realizado?

Algo está muito errado!

Acabem com a exigência de todos serem excelentes, porque não somos nenhuma máquina, mas todos temos direito a ter uma vida digna, onde a riqueza produzida, seja melhor distribuída.

 

10
Fev16

Corrupção

cheia

O Conselho da Europa arrasa a forma como Portugal combate a corrupção. Será que a combate? Se protegerem-se uns aos outros chamam combate, então temos muitos combatentes.

09
Fev16

Os Sírios

cheia

Os Sírios

 

Os Sírios estão entre a espada e a parede

Crianças, mulheres e homens morrem às portas da Turquia

Que prometeu servir de tampão, se a Europa lhe abrir a porta da mansão (C.E.)

Merkel quer os refugiados o mais longe possível da Europa

Mas enquanto a Alemanha exportou armas para a Síria, aplaudiu!

Agora não conhece outra via, todos os dias viaja para a Turquia

Onde chega a hipocrisia!

Por que não vão para a prisão os responsáveis, por tamanho sofrimento e destruição?

07
Fev16

1000%

cheia

1000%

 

Subiu 1000%, o custo das subvenções vitalícias a ex-políticos e a ex-juízes do Tribunal Constitucional ,sendo de 18.78 milhões de euros, os custos deste ano. É sempre a somar!

Quando é que os senhores Deputados acabam com esta vergonhosa mordomia?

01
Fev16

A esperteza política

cheia

A esperteza política

 

Com uma simples mudança de nome, sobem os ordenados duzentos por cento.

Quem aprovou a lei?

Estes são os ditosos deputados que temos!

Não reclamam, só as suas pensões vitalícias, ao Tribunal Constitucional

Também fabricam leis para favorecerem os amigos.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D