Sábado, 22 de Outubro de 2016

Mortos, mortos, mortos

Refugiados

 

Mar azul laranja

Coletes de esperança

Não evitam milhares de mortos

A ansia de chegar aos portos

Mortos, mortos, mortos, mortos

Mar, não és salgado!

Mas ensanguentado

Por que te atiras ao mar, desesperado?

Por que arrisca a vida e o filho?

Num barco insuflado

Sem garantias nem futuro

Num mar tão escuro

Onde só vislumbras um muro

Duro, duro, duro, duro

Intransponível, insensível, invisível

Que te vai repudiar

Que não te vai ajudar

Que te vai matar!

Mas, tu continuas a sonhar

Na esperança de um olhar

De alguém que te possa ajudar

De alguém que ainda tenha coração

De alguém que te dê a mão

De alguém que pense que és irmão

Que qualquer lugar é chão

Onde podemos partilhar um pão.

 

 

 

tags:
publicado por cheia às 21:46
link do post | comentar | favorito (1)
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. O brilho da nação!

. Adeus

. Verso e reverso

. O que faço?

. Censurados!

. O Clima......

. Se o ridículo matasse ......

. Outono

. Infeções!

. Setembro

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. [LIVROS] | As Coisas Que ...

. O Órfão . Capítulo III

. Vaidades

. Já sentiram empatia hoje?

. "The handmaid´s tale": fi...

. Como nasce o amor....

. Os professores deram-me u...

. Há Festa no Panteão! E Ma...

. Oh inclemências indignada...

. Ruas...

blogs SAPO

.subscrever feeds