Domingo, 7 de Janeiro de 2018

Meu amor!

Meu Amor

 

 

Ai, meu bem

Dos teus rubros lábios

Voam rios de versos

São melodias, são mel

Que bebo ao luar.

 

Ai, meu amor

O teu coração é uma flor

De mãos dadas seguramos a madrugada

Sonhamos com a lua encantada.

 

Ai, minha flor

Os teus olhos são pétalas

São a minha luz

São a chama a iluminar o amor.

 

Ai, idílico jardim

Onde planto sonhos

Que embalas nos olhos risonhos

Enquanto adormeces o sono.

 

 

 

 

 

José Silva Costa

publicado por cheia às 20:24
link do post | comentar | favorito (2)
|
10 comentários:
De jabeiteslp a 7 de Janeiro de 2018 às 21:24
Êláááááááááá´
amor dos amores
onde só faltam flores...

Boa Semana de aqui dos frios da Serra


De cheia a 7 de Janeiro de 2018 às 22:19
As flores, vieram depois!

Boa Semana, mesmo com frio
A Serra sorriu
Coberta de branco
Para encher o rio.


De Carlos a 8 de Janeiro de 2018 às 16:55
Ora mas que veia poética tão afinada!
Parabéns.
Grande abraço.


De cheia a 8 de Janeiro de 2018 às 21:39
Obrigado.

Um abraço


De HD a 9 de Janeiro de 2018 às 23:06
Que poesia melodiosa... :-)


De cheia a 10 de Janeiro de 2018 às 21:17
Na aridez das redes sociais, só a melodia nos pode encantar!


De A Hipster Chique a 10 de Janeiro de 2018 às 08:35
Uma poesia amorosa :)


De cheia a 10 de Janeiro de 2018 às 21:31
O amor é uma coisa que não se explica!

" É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade."

(Camões)


De O ultimo fecha a porta a 10 de Janeiro de 2018 às 23:04
Que bela declaração ;)


De cheia a 11 de Janeiro de 2018 às 22:52
O amor é qualquer coisa muito inspiradora.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. As meias de vidro

. Pérolas caem do céu

. Meu amor!

. A vida!

. Contra a corrente!

. Acordo de cavalheiros

. É Natal

. Chegou o dia!

. A mulher independente

. Uma época diferente

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Um artigo que vale muito ...

. Retratos de Inverno - Cog...

. Convidada: MAGDA PAIS

. Este blog é meu!

. OS CEM MELHORES POEMAS PO...

. O Falso Comunitarismo e A...

. #dia 365 - Um ano de Hips...

. "Onde começa o assédio e ...

. Super Nany e a reação dos...

. Conversas da escola - Sup...

blogs SAPO

.subscrever feeds