Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Funcionários partidários

Funcionários partidários

 

Os defensores, de mais funcionários partidários, vieram justificar a separação das Freguesias agrupadas, com o falso pretexto de que isso contribuiria para atenuar a desertificação!

Não. Não ajuda a dar vida ao interior, pejá-lo de mais funcionários partidários

O que talvez ajudasse, seria os representantes, desse interior esquecido, deserdado, abandonado, na Assembleia da República fizessem aprovar uma lei, que o discriminasse positivamente, fazendo com que as pessoas aí se fixassem, ou de lá não saíssem

Mas, uma lei que visse a luz do dia! Não como as do enriquecimento ilícito e muitas outras, que todos anos aprovam, na maratona antes das férias, que são só para inglês ver, que nunca chegam a ser regulamentadas, que para sempre, nas gavetas, ficam fechadas

Não! Este país não se desenvolve com mais cargos, para gente que não produz nada, precisa é de quem trabalhe, que produza, que aproveite os nossos recursos naturais, para as nossas exportações fomentar.

Não! Não precisamos de mais Freguesias, nem de mais Concelhos, nem de Regiões, queremos melhores distribuições

O interior não quer mais promessas, de quem não pensa cumpri-las, em véspera de eleições

Sejamos exigentes, com os senhores, que de quatro em quatro anos, nos enganam, prometendo-nos mundos e fundos, mas, depois de se sentarem em São Bento ou na cadeira da presidência da Câmara ou da Freguesia nunca mais se lembram do que disseram

As Câmaras têm enterrado muitos milhões, para tornar o interior habitável: água, luz, esgotos

Mas, muitos dos povoados beneficiados já estão ou em breve ficarão completamente despovoados, o que mostra que nenhum Governo, apesar de atirar dinheiro para cima do problema, não conseguiu inverter a situação

E, as consequências estão bem à vista: mais pessoas a viverem em barracas, nas entradas das grandes cidades, muitas pessoas a viverem em casas encavalitadas umas nas outras, que mais parecem pombais, como acontece ao longo de toda a linha de Sintra

Um IC19 com três faixas para cada lado, sempre engarrafado, onde se perdem milhões de horas de trabalho ou de laser

Mas, os políticos querem lá saber!

O que eles querem é mais lugares para os seus fregueses

Criaram a Polícia Municipal, para quê?

Não temos polícias que cheguem?

Polícia de Segurança Pública, SEF, GNR, PM, PJ

Não podemos é andar a trabalhar, só para pagar impostos, para sustentar categorias profissionais, que nada produzem, e em muitos casos, são tantos, que se andam a atropelar!

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

tags:
publicado por cheia às 07:04
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De HD a 24 de Maio de 2017 às 21:37
Toda a gente parece querer tirar algum ao serviço do governo... :s


De cheia a 24 de Maio de 2017 às 22:48
É bom que Governem, mas não se governem!


De HD a 24 de Maio de 2017 às 22:58
Uma promiscuidade de interesses que parece nunca terminar... :\


De cheia a 25 de Maio de 2017 às 11:44
E, é essa promiscuidade de interesses que já nos fez contribuir com mais de vinte mil milhões para que os Bancos não falissem.


De HD a 25 de Maio de 2017 às 18:46


De jabeiteslp a 24 de Maio de 2017 às 22:36
Uns poupam
outros esbanjam
é a saga dos pozinhos de perlimpimpim, renascidos...


De cheia a 24 de Maio de 2017 às 22:45
Só querem é tachos!


De Melhor Amiga Procura-se a 28 de Maio de 2017 às 18:10
Não podemos andar só a trabalhar para pagar impostos, mas eu sinto que é mesmo isso que acontece.


De cheia a 28 de Maio de 2017 às 19:08
Temos de exigir aos políticos, que não desperdicem o nosso dinheiro.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Os últimos dias

. Nove anos!

. Não temos emenda!

. O Verão negro de 2017

. Uma flor

. A seca

. Quantos são?

. Almoços grátis!

. Verão

. A sala de visitas de Port...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. os erros e a crítica grat...

. Até num hospital existe p...

. Joias

. Os funcionários da minha ...

. Entre o vale e a montanha

. A lei da bola.

. hoje estou assim

. O Sítio . Capítulo XIX

. a greve que não mais acab...

. Bancos de jardim.

blogs SAPO

.subscrever feeds