Sábado, 24 de Outubro de 2015

Heróis!

Será cegueira?

Aplaudir, como herói, quem com a justiça está a contas

Esperem que a justiça se pronuncie, e depois deitem os foguetes

Porque estudar em Paris e Nova Iorque, não é para toda a gente

Pobre País, que homenageia tal gente!

publicado por cheia às 20:51
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2015

Lamento

Lamento, profundamente, que Cavaco não tenha querido marcar as eleições legeslativas na mesma data das europeias, colocando o seu interesse e do se partido, acima dos interesses do País.

publicado por cheia às 21:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Outubro de 2015

O custo dos partidos

O custo dos partidos

 

Catorze milhões de euros por ano!

Senhores políticos, lá por terem a faca e o queijo na mão, não abusem da situação

Partidos que não elegem ninguém, vivem à conta do orçamento!

Não admira que tenham tido necessidade de usar um lençol para boletim de voto

Partidos para todos os gostos e paladares, para todos os animais de duas, quatro e mais ……

Está explicado de onde vem o dinheiro para almoçaradas e jantaradas durante as campanhas eleitorais.

Muitos justificam a abstenção com o não querem dar de comer a gulosos

É inegável que quando votam os vossos aumentos, todos estão sempre de acordo

Catorze milhões, num país de dois milhões de pobres!

Para quando o cumprimento das promessas da redução de deputados?

E as leis eleitorais, não necessitam de ajustamentos, são só as laborais?

Os partidos julgam-se o donos disto tudo, e continuam no: quero, posso e mando.

publicado por cheia às 22:16
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2015

Os únicos que perderam, ganharam?

Os únicos que perderam, ganharam?

A esquerda é livre de agir, gosta de se dividir

Só os animais conseguiram representação, sinais dos tempos, ou não?

O país está partido: ao norte votam os padres, ao sul os operários.

A peste grisalha agradeceu a denominação, correram a votar na coligação!

Para acordarem, precisam de muitos mais cortes na pensão.

O pouco civismo e o analfabetismo não ajudam, contribuindo para a abstenção

Indiferentes, não dão a sua opinião, deixando nas mãos dos outros, a sua contribuição!

105 anos depois, o Presidente da República não comemora o feito, que foi a sua implantação,

Fecha-se no Palácio, com medo dos cidadãos!

Com ou sem Presidente

Com ou sem feriado

A República continuará, porque só ela, a todos, a igualdade, permitirá

Autora do ensino público, a conquista de todas as conquistas, porque saber é poder.

Maioria de esquerda

Governo de direita

Esta é que não se aceita.

publicado por cheia às 20:47
link do post | comentar | favorito (1)
|
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2015

" Perda de Tempo"

Perda de tempo

Na edição de 30/09/2015, o Sr. André Macedo, no seu habitual editorial, no Diário de Notícias, defendeu a pequeníssima aldrabice, da maquilhagem de contas de uma empresa, para ajudar o défice, dizendo que era uma perda de tempo falar disso!

Muito tempo se tem perdido, nos últimos dias a denunciar a aldrabice da poluição automóvel!

Pensava que uma das principais funções dos jornais era investigar e denunciar as aldrabices, fossem pequenas, médias, grandes ou muito grandes, afinal, não! Falar de algumas é uma grande perda de tempo.

Assim, não admira que muitos justifiquem o voto em corruptos e condenados, porque, segundo eles: “ roubam mas fazem”

Outra das funções dos jornais é tentar criar uma opinião pública robusta contra todas as aldrabices, venham elas de onde vierem, o que não me parece que seja uma perda de tempo.

Perda de tempo será comprar e ler jornais, que defendem aldrabices, sejam ou não benéficas para défices, Partidos, políticos, sábios, seja lá quem for.

publicado por cheia às 06:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. As meias de vidro

. Pérolas caem do céu

. Meu amor!

. A vida!

. Contra a corrente!

. Acordo de cavalheiros

. É Natal

. Chegou o dia!

. A mulher independente

. Uma época diferente

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. #dia 365 - Um ano de Hips...

. "Onde começa o assédio e ...

. Super Nany e a reação dos...

. Conversas da escola - Sup...

. Neve, Sol e brincadeira n...

. senhorios vs Inquilinos e...

. Sismo e planos de emergên...

. De que cor é o teu sol?

. Ainda há menos de 100 ano...

. Dos justos não reza a his...

blogs SAPO

.subscrever feeds