Domingo, 30 de Agosto de 2015

Os elefantes brancos do Alentejo: Alqueva e Porto de Sines!

zona agrícola do Alqueva bateu recordes mundiais de produtividade por hectare em oito categorias de produtos: Milho, beterraba, tomate, azeitona, melão, uva de mesa, brócolos e luzerna.

No caso de alguns destes produtos, na zona agrícola do Alqueva, a produtividade chega a ser três vezes superior à média do resto do mundo.

O jornal Expresso cruzou dados do INE, da FAO (Nações Unidas) a informações da EDIA - empresa que gere o regadio de Alqueva - e testemunhos de alguns produtores – as conclusões a que chegaram foram surpreendentes.

No Alqueva, produz-se uma média de 14 toneladas de milho por hectare contra às 5,5 toneladas a nível mundial; no que respeita ao tomate, no Alqueva produzem-se 100 toneladas e no resto do mundo 33,6; quanto às uvas de mesa são 30 toneladas que ficam bem acima das 9,6 toneladas a nível mundial.

Estas notícias sobre a produtividade do Alqueva já são mundialmente famosas e já existem investimentos na zona de várias nacionalidades diferentes: Marrocos, França, Itália, África do Sul, Itália, Escócia e a Espanha, claro, (E investidores portugueses? Só temos merceeiros? E qual a actuação do Ministério da Agricultura? Será que as mais valias terão de ir obrigatoriamente para a estranja?) que lidera os que mais investem no Alqueva.

Os produtos alentejanos do Alqueva têm qualidade e são vendidos a grandes multinacionais: grande parte da produção de cebolas vai para o MacDonalds e de amendoins para a PepsiCO.

Também em destaque, sobretudo na Grã-Bretanha e norte da Europa, tem estado as uvas sem grainhas.

A vantagem desta área alentejana, e que lhe providencia características únicas, deve-se, essencialmente a três causas: a terra é praticamente virgem, sem químicos e sem fungos (durante décadas só se plantaram cereais), há abundância de água nos meses mais quentes e tem uma larga exposição ao sol (com consequências nos processos de fotossíntese das plantas e influência directa no sabor e qualidade das mesmas).

O facto de as colheitas no Alqueva se anteciparem ao normal em duas a três semanas, é também um factor diferenciador face à concorrência e que atribui ao Alqueva uma clara vantagem, para mais não sendo produtos provenientes de estufas, como é o caso na maioria dos produtos espanhóis, com influência na qualidade e no preço.

 

NOTA

A actual maioria sempre se manifestou contra este empreendimento, chamando-lhe: Despesismo, "elefante branco", etc. Agora tem entre mãos um manancial de oportunidade agrícola como nunca sonhou. Não sabendo por ignorância, subserviência, incapacidade ou má fé, deposita nas mãos do capital estrangeiro esta riqueza nacional, impar ao nível mundial. É uma tristeza que confrange.

 

publicado por cheia às 07:39
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015

A fatura

Que semana mais triste!

Não bastava o desespero dos migrantes, dos seus mortos, no mar e em terra, ainda apareceu o Sr. Barroso a batizar-se, a ele e aos outros, de políticos palhaços, ofendendo os verdadeiros, que exercem uma profissão mui nobre.

O Sr. Telmo Correia, para não lhe ficar atrás, veio falar dos Europeus e dos outros! Portanto, ficámos a saber, que nós, os Europeus somos um povo superior, não temos nada a ver com esses desesperados, a quem destruímos a casa, o pão, em resumo: a vida.

Depois, deu com exemplo: “na impossibilidade de ajudar a todos, ajuda os vizinhos”, certamente os que vivem no seu condomínio fechado, o que quer dizer que se for numa estrada e vir um carro à sua frente voar, vai perguntar aos encarcerados se são Europeus ou os outros. Se forem Europeus chama o 112, se forem os outros não faz nada e segue tranquilo a sua viagem.

Foi por se julgarem superiores, que os políticos palhaços, a mando do seu Presidente se reuniram nos Açores, para apoiarem a invasão do Iraque.

Não contentes foram à Líbia, têm assistido , sentados nas suas poltronas, à destruição da Síria, vendendo armas aos dois lados, ainda que, por vezes, a opinião pública os obrigue a condenarem as químicas. Mas, no dia seguinte lá segue mais um carregamento, porque as fábricas não podem parar.

Todos estes povos estão a apresentar-nos a fatura, porque não há nenhum pai que fique parado, de braços cruzados, vendo os filhos morrerem de fome e frio. Assim, estão a bater-nos à porta, exigindo que assumamos as nossas responsabilidades.

O que fazem os políticos palhaços? Dizem e fazem disparates: muros, cercas, arame farpado, cães, cavalos, gás lacrimogéneo, exército.

A fatura tem de ser paga, se for a bem é com solidariedade, se for a mal é com uma guerra mundial.

Ninguém pense que não votar, votar em políticos palhaços, ou noutros o excluem de prestar contas . Não, está tudo interligado.

O melhor é tentarmos votar em políticos, que tentem resolver os problemas, e não naqueles que os criam.

 

publicado por cheia às 06:45
link do post | comentar | favorito (1)
|
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015

No tempo da ditadura

Profissões femininas, cujo casamento das profissionais era proibido ou condicionado: enfermeiras, telefonistas, professoras, assistentes de bordo.

«O casamento das professoras não poderá reali-

zar-se sem autorização do Ministro da Educação Na-

cional, que só deverá concedê-la nos termos seguin-

tes:

1.° Ter o pretendente bom comportamento mo-

ral e civil;

2.° - Ter o pretendente vencimentos ou rendi-

mentos, documentalmente comprovados, em harmonia

com os vencimentos da professora.»

(Art. 9: do dec. n.• 27:279, de 24-11-936)

As interessadas devem requerer a Sua Exce-

lência o Ministro com fundamento no artigo citado,

e juntar ao reqrserimento documentos comprovativos

da idoneidade moral e civil, bem como dos vencimen-

tos ou rendimentos do seu noivo.

Os processos respeitantes a pedidos de autoriza-

ção para casamento de professoras de ensino primá-

rio devem ser acompanhados de parecer dos directores

dos distritos escolares.

Também é condição indispensável ao deferimento

que os pretendentes comprovem a data desde a qual

se encontram na situação económica que torna possí-

vel a autorização do casamento, bem como a estabili-

dade que a mesma pode oferecer.

(Da circ. n.• 30-L. 2, de

publicado por cheia às 21:07
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Agosto de 2015

Migrantes

Solidariedade

 

Fechem as fronteiras!

Disparem gás lacrimogénio!

Sobre os indefesos: homens, mulheres e crianças, estejam ou não doentes!

Dormem ao relento, sob baixas temperaturas

A Europa não tem pena destas gentes?

Todos somos responsáveis pela eleição destes dirigentes

Quem semeou malignas sementes? ( Iraque, Afeganistão, Líbia …..)

Vão continuar a fechar fronteiras, levantar barreiras, disparar granadas de gás, construir muros decorados com arame farpado?

Quem se atira contra todas estas barreiras é porque já morreu.

Se a Europa os ajudar, ainda poderão ressuscitar!

 

 

publicado por cheia às 13:55
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2015

IRS

Deduções no IRS

Sabem os encarregados de educação, que este ano, têm de pedir uma fatura, onde conste, apenas, o custo dos livros, e não todo o material escolar?

Depois, ainda, tem de ser validada, no portal das Finanças, como acontece com as de cabeleireiros, oficinas e hotelaria.

Quem não tiver acesso as novas tecnologias, perde um dia de trabalho, desloca-se a uma Repartição de Finanças e pede para lhe validarem a fatura.

Como veem é o simplex a funcionar, porque para o Governo quanto menos dedução, melhor.

Muitos contribuintes não saberão destas simplificações, porque os órgãos de informação estão mais interessados em falarem na cor das cuecas do Ronaldo ou do Jorge Mendes .

É isto que o povo quer? É isto que tem´, porque o futebol é que entretém

publicado por cheia às 06:43
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 2 de Agosto de 2015

Portugal sem gente!

O programa da coligação, Portugal sem gente, tenta esconder as reais intenções dos seus autores!

Querem acabar com o Serviço Nacional de Saúde, o ensino público, a Segurança Social, mas não querem que se saiba.

Por isso dizem que será quando formos ricos, quando não existirem desempregados, quando todos tiverem oportunidade de escolha, isto é, todos tivermos condições para escolhermos os melhores colégios , os melhores hospitais , os melhores lares, quer vivamos em Lisboa, ou em alguidares de baixo !

Eles querem é que escolhamos as empresas dos amigos, ou dos seus patrões, que lhes dão trabalho, mal saíam do Parlamento.

Como este país, de um dia para o outro, se tornou num paraíso radioso!

publicado por cheia às 22:05
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 1 de Agosto de 2015

Os desesperados não temem os cães!

Salvar a vida, porque já está perdida

 

Dia Mundial do refugiado

A quanto foste obrigado!

Deixar tudo para tentares salvar a única coisa que temos: a vida

Tanta guerra, tanto ódio, tanta intolerância, tanta ganancia: racismo

O Sol quando nasce é para todos, aonde?

Somos demasiado egoístas para repartirmos o Sol com os outros!

Se nem do Sol somos capazes de abrirmos mão, como tratar o outro como irmão?

Devemos ter sempre presente que “ Toda a Gente é Pessoa”

 

José Silva Costa

publicado por cheia às 23:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Uma época diferente

. Ser mãe!

. Unanimidade

. Famílias

. Poder falar!

. O brilho da nação!

. Adeus

. Verso e reverso

. O que faço?

. Censurados!

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Escrutínio, avaliação e r...

. Raríssimas

. Convidada: BEATRIZ ALCOBI...

. Natal?

. Isto é só rir...

. As Incríveis Aventuras d...

. Beber um Copo no Hospital...

. Hoje é sábado... e não é ...

. A VIDA É CURTA

. Ofereça um Doce

blogs SAPO

.subscrever feeds